Para ouvir (Aperte play)

Amar você

pura e simplesmente

como uma criança

quando tudo é novidade

Amar intensamente

Amor e amar




Linda história e inesquecível...
O sol e a Lua

Inesquecível...O Sol e a Lua...

domingo, 31 de janeiro de 2010

TE OUVIR


Hoje sexta-feira

e eu só preciso ficar só

Estou deitada no chão

aqui na varada

Madrugada a olhar as estrelas

Único momento que eu possa me calar

pra te ouvir

olhar dentro de mim

e ver o que esta errado

Estou com tanto medo

A lua esta fria e iluminada

Não quero que ninguém me veja

Quero apenas ficar só

Eu

este céu iluminado

E te ouvir

Senhor

15/01/2010

sábado, 30 de janeiro de 2010

Os versos que te fiz


Deixa dizer-te os lindos versos raros

Que a minha boca tem pra te dizer!

São talhados em mármore de Paros

Cinzelados por mim pra te oferecer.

Têm dolência de veludos caros,

São como sedas pálidas a arder ...

Deixa dizer-te os lindos versos raros

Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda ...

Que a boca da mulher é sempre linda

Se dentro guarda um verso que não diz!

Amo-te tanto!

E nunca te beijei ...

E nesse beijo, Amor, que eu te não dei

Guardo os versos mais lindos que te fiz!


Florbela Espanca

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

HÁ UM ESPAÇO VAZIO

Abro a porta e vejo
Há um espaço vazio
No meio da sala ainda esta o vaso com flores sobre a mesa
Aquelas que você mais gostava
Sinto uma brisa fria vindo da janela
Ja faz algum tempo que as janelas estão fechadas
O teu perfume esta aqui
Teus cabelos negros continuam roçando meu rosto
Você faz tanta falta
Há um vazio dentro de mim
Imenso vazio
Deve ter algum lugar confortável pra mim
Neste mundo
Por mais que eu me esforce
Eu falho e me vejo quebrado e vazio
Estou disfarçando por detrás desse sorriso
Mas quando chega à tarde
Eu sei que não estou bem
Ando me escondendo
Esta aqui um grande espaço vazio
Dentro de mim

QUERER TANTO


A solidão dói fundo
Machuca a alma
Me afadigo nesta espera
que teus lábios se abram
E me digas tudo que preciso ouvir
e se entregue a mim

leve e simples assim
Eu sei que posso te merecer
É tão imenso meu bem querer
que ja não me cabe dentro do peito
Receio em imaginar que fico a vagar em minhas próprias palavras
e que elas passam em teus ouvidos como o passar do vento
Fico a agir como uma menina boba
Me alegro ao que me dedicas
naquele momento
Talvez o teu momento
e me entristeço quando penso que ele passa
e eu não estava ali naquele instante pra sentir
o teu momento junto ao meu
Te quero tanto
Que em tanto te querer
tenho nada
Apenas esta solidão
tentando a todo custo dentro dentro de mim
fazer morada

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

ULTIMA QUIMERA



Quando restarem apenas a dor da saudade
ultima quimera da tua ilusão
Não manche com lágrimas o rosto triste
neste barco de solidão
Alargue um sorriso
faça-o bailar em seus lábios
Feche lentamente os olhos
e sinta a brisa suave da noite chegar
Um outro sol
num outro dia renasce no horizonte
trazendo com ele uma linda manhã
aroma doce de calmaria
Então uma esperança embala teu sonho
e um sorriso desfaz teu pranto



(Inspirado de Ultima quimera- autor desconhecido)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

LIBERDADE


Vou dirigindo meu carro para o lado Norte

Norte?

Ou será Sul?

Nem sei...

Ando sem destino

Sinto o vento tocando meu rosto

Esta sensação de liberdade me faz sentir que tenho asas

e posso voar para onde eu quizer

Aqui ou lá do outro lado do mundo

Não importa

Não poderia estar melhor

Eu aqui...

Indo sem destino ao som de " BOTTLE IT UP"

Abro meus braços

e sorrio para a liberdade


20/12/2009

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

EU PRECISO DE AR


Por um tempo eu me separei de um mundo

feito de pessoas más

Então eu encontrei uma garota

Linda garota

Cheia de sonhos

Ela me fazia sorrir

Tinha um brilho único

Me deixou sem ar

Então eu desmoronei

E tive que parar

Ficar mudo

Para que eu pudesse enterder

aquele sentimento

Que parecia tão certo

Ela não me deixou sozinho

Olhava para minhas mãos

Enquanto eu agia feito um bobo

E agora garota...

Aqui estou!

Te contando esta história

Como eu poderia dizer como eu me sinto perto de você?

Se eu preciso de ar

Ah...

Se eu fosse teu garoto

Te faria ainda mais feliz

Eu jamais te deixaria

Então me peça o que quizer

E faça o que eu te peço

Eu preciso de ar
Para dizer"Estou apaixonado por você"


20/12/2009

ENCONTRA


Vou caminhando
Em passos leves
Tenho uma flor nos meus cabelos negros
Passo...
Deixo no ar um perfume suave
Inconfundível

Todos olham apercebidos
Uma linda moça à passar
Me desvio de todas as atenções
Pois busco apenas uma
E os deixo para trás
Sigo desenhando meu caminho

Construo degrau por degrau
Afinal qual seria merecedor que os venceria um a um?
Procurando-me...

Esconderijo em meu seio aguarda-te
Meus olhos brilham nas lágrimas da esperança
Sonho abrigar o vencedor da distância da lua
Incansávelmente aguardo entregar a alma cativa
Que tu a possua

Que venhas em galope no lombo de um cavalo
Que venhas voando como pássaro na curta distância de um sonho
Solte-se no espaço do céu de minha boca
Pouse e sacie-se do néctar
Mesmo que com a alma exausta
E a fria noite de escuridão
Que tacteies o chão
Buscando o caminho do tesouro perdido dentro da minha aflição

Que me tragas o amor
Amor do simples amar
O que importa a cor dos meus olhos?
Eu limparia com lágrimas
Toda marca deixada em sua razão
E que importam as perguntas?
Você descobriria todas as respostas no aconchego dos meus braços

Em meus movimentos leves e soltos
Deixo meus traços
Solto minhas pétalas
Num caminho rabiscado
Para que possas seguir
Sei que os expia
E isso me envaidece

Que me reinvente milhões de vezes
Que me crie outra vez em seus encantadores escritos
E neles faça-me mais leve
Mais doce
Mais linda
Mais flor
Isso nos torna ainda mais iguais
Mais próximos

Nas suas asas que voam e não pousam em
lugar algum
No teu caminhar que anda e não te leva a
lugar nenhum
Mas que podes alcançar em pensamento
Me seduz a cada poesia

Vigio tudo que traças
E Tento decifrar
Cada rascunho
Da tua alma de poeta
Até aqueles que não vi, mas posso imaginar
E sei que os guarda dentro do peito

Sei que vê além do que podes exergar
E sente além do que podes tocar
Seguindo meus traços
Segura cada pétala encontrada
Nesse caminho rabiscado
Te encontro assim
Tenho tudo de ti
Tu tens tudo de mim



Inspirado na poesia de Álvaro Faria
http://todapalavranenhuma.blogspot.com/2010/02/procura.html

domingo, 24 de janeiro de 2010

RECRIAÇÃO


Ao passo do que passo

Quero me redescobrir

Me reinventar

Outra vez simplesmente

Pintar a mesma estrada

Milhões de vezes

Seguir em frente

Para te encontrar por ela novamente




quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

PALAVRA MÁGICA


Ainda espero e quem sabe um dia ouvir de tua boca, a palavra mágica.

Então aquecerás os meus dias frios e te darei o meu amor, sem medo.

Pois saberei que se fez merecedor.

Neste momento meu amor silencia...

Fica no ar toda esta magia que nos envolve...



04/12/2009

JARDIM




Meu jardim verde


Tem rosas vermelhas


Prontas para se abrirem
29/11/2009


segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

SEU RETRATO


Aquela parede branca

Pintei a parede branca

Coloquei o retrato

Seu sorriso tão lindo

No retrato

Pendurado na minha parede branca

Seu retrato na minha parede branca e fria...

29/11/2009

POESIA

Ela me procura sempre...

Mas tem momentos que não quero

Então eu fujo

Me escondo

Dissimulo

E invento compromissos

Me convenso ter esquecido

Me engano

Então ela volta de mansinho

Mais sedenta

Mais viva

Fixada nas paredes da minha inspiração

Como me livrar da poesia?


29/10/2009

domingo, 17 de janeiro de 2010

NOTAS DE SENSUALIDADE

Na sensualidade
do seu jeito

No toque suave

dos seus dedos

sobre o piano

Me perdi

tentando decifrar

suas notas


29/10/2009

VIDA


Hoje pela manhã deixei que o sol tocasse o meu rosto

E com seus raios coloridos me mostrou um novo acorde

O acorde da vida
25/10/2009

EU


Hoje o dia amanheceu

Tão escuro

Tão vazio

Tão triste...
24/10/2009

OPOSTOS




Minhas palavras seriam muito genuínas para sua insistente ilusão.


O meu jeito muito frágil para tua impaciente paixão.


Minha pele muito sensível para o toque rude de suas mãos.


Os meus lábios muito doce para a audácia do teu beijo.


O meu amor muito grande para que coubesse dentro do teu peito.
04/10/2009

ALEGRIA


Dizem que sou criança

Não ligoPois criança sei que sou

Me solto e danço pela casa

Canto e encanto os olhos de quem sabe ver

Quem pode ver

Em qualquer melodia

Faço minha alegria

Que contagia

Meu menino segura minha mão e rodopia

Me chama: "Mãe vamos dançar!"

Pulamos a bessa

As vezes até o dia clarear

E no final ele diz: "Você é a melhor mãe do mundo."

Ouvir isso me alegra

Não é nenhum dever

Pois o que eu mais gosto mesmo é de fazer festa


16/10/2009

sábado, 16 de janeiro de 2010

VOCÊ


Você é minha lua negra

Meu sol sem calor

Minha paz inquietante

Meu tumulto vazio

Meu ruído silêncio

Meu tudo

Meu nada


16/10/2009

ABSTINENCIA


Meu corpo se afadiga

Minhas mãos tremem

Minha mente viaja em meio ao passado

Presente e futuro

Falta

Saudade

Medo

Costume ou vício

Vóz que fica como éco em meus ouvidos

Aquele ponto piscando na tela

Dizendo escreve poeta

Covarde

04/09/2009

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

TEU ESPAÇO EM MIM

Esta saudade...

Como explicar a dor da saudade


Saudade de alguém que sequer foi tocada


Esta ausência


Como se este espaço fora antes ocupado


E agora este espaço vazio da tua presença


Como posso amar tanto assim esta ausência


O não tocar


O não sentir


Fechar os olhos e imaginar o não sentido


Querer tanto esta saudade inquientando meu jeito


E esta falta de você

GOTAS


Como resistir a isso

Esse mel gotejando todos os dias em minha boca

Experimento gotas de desejos

Gotas de saudades

Gotas de medos

Gotas de felicidades

Gotas de tristezas

Gotas de ansiedades

São gostas mescladas

Doces e ao mesmo tempo amargas


28/09/2009

ESPERANÇA


Nesse vem e vai que a vida me castiga

Uma esperança trago comigo

Deleitar em teus braços

todos os dias

25/09/2009

CICLONES

Estou como um barco a navegar nobre ciclones...
25/09/2009

SE


Se a noite, a dor, a brisa beijando a face
O olhar perdido.
Se o coração falasse, e sua voz em cada ouvido dissesse
das dores, da angústia, do sofrimento
Não poderia ninguém em nenhum instante
Escutar o vento

(Poeta desconhecido)




QUISERA


Quisera meu amor sem infinito e pudesse mante-lo no meu mundo de sonhos moldados acorrentados em minhas mãos.
Quisera senti-lo como o calor do sol atravessando anos luzes, sem morrer ou perder as forças ao ultrapassar meu corpo.
Quisera vive-lo sem abismos, sem freios, livre, absorvendo-o como o ar que se respira.
Quisera que ao fim de tudo perdurasse sem limites, sem rumo e mesmo no depois estendesse as mãos e me conduzisse aos seus braços.
Quisera aprender a caminhar sem os teus olhos guiando-me.
Quisera aprender a sorrir sem a tua palavra fazendo-me feliz.
Quisera aprender a ter esperança sem tua sombra ensinando-me a viver.
Quisera...
Quisera aprender e não aprendo nada por que tu não estás comigo.
Quisera eu tudo e agora não tenho nada.



21/08/2009 (Poeta desconhecido)

NOVA VIDA




Eu não sabia o que era o amor


Não conhecia o caminho que me levaria ao Senhor


Vazio no peito e uma enorme solidão


Não conseguia preecher meu pobre coração


Ele chegou e eu o conheci


Me tocou e a minha vida se modificou


Hoje não tenho tristeza


Hoje não tenho rancor


A minha vida eu ofereço em louvor


Ele esta tão perto veja então


Deixa entrar no coração


E se sentir essa força e poder


É Jesus que quer você
20/08/2009

SOM DO AMOR


Ouço o som da guitarra que me chama
Em seu caminho ela vai me guiar
Quando em seus dedos
Eu ver o amor te tocar
Vou no som da guitarra
Te amar



quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

OBRA

Que vontade de gritar


De gritar pro mundo a minha dor


De olhar outra vez na tua cara


De te dar uma bofetada


Te dizer do meu amor


Não posso amar assim


Não posso querer assim


Você não é culpado


Te moldei aos poucos nos meus pensamentos insanos


Agora me frustra este sentimento


Minha obra se desmanchou


E me restam apenas os teus fantasmas




08/08/2009

TEU SILÊNCIO

Eu sinto falta do adeus
Talvez esta palavra soaria agradável aos meus ouvidos
Você que ainda percorre o meu corpo com tuas lembranças
Ainda ouço teu sussurrar
E me envolve turbilhões de emoções
Teu cheiro não sai da minha pele
Você que me fez esquecer meus princípios
Que me fez sonhar como uma menina boba
Que me encantou com teu jeito
Que me fez delirar com teus beijos
Por que se calar assim
Será que lembra por algum momento do que Vivemos
Será que continuo sendo dona dos teus pensamentos
Talvez o teu adeus doesse menos que este teu silêncio
Assim não me restaria alternativa
Mas ainda me resta esta migalha do sentir
Esta esperança em ouvir de você
Pelo menos um adeus
08/08/2009

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

MENINA MOÇA




Lá esta ela debruçada na cerca.


Quase não a reconheço, também como poderia reconhecer?


Outrora menina moça, hoje uma linda mulher.


Será que ainda me lembra?


Será que lembra dos nossos passeios ao entardecer?


Companhia agradável, eu ainda me lembro...


lembro dos encantos dela,


do sorriso e da face corada, cabelos compridos soltos e saia rodada.


Será que ainda me lembra?


Será que lembra dos nossos corpos se encostando,


quando deitávamos na grama do pasto?


Na fazenda tudo era simples, ela era simples.


E agora quem ela é?


Aquela linda mulher debruçada na cerca,


é minha mais singela lembrança, porém, a mais veemente.


Vou até lá...


E quem sabe ela me convida pra mais um passeio


neste outro entardecer.




09/04/2009




MINHA ROSA


Minha menina...

Tão linda tu és como as rosas vermelhas

Desabrochas todos os dias no jardim do meu coração

Em cada pétala tens um encanto

Em cada encanto uma rosa lhe darei

Darei todos os dias

Você a colocará em seus cabelos

Mais linda ficarás

Passeia no jardim do meu coração

Todos os dias

Deixe exalar seu perfume suave

Por entre as rosas vermelhas

Minha linda rosa

da paixão


04/04/2009

UM AMIGO


Tua face rosada

Teus lábios pequenos

Teu gesto quando fala

Não me canso de olhar

Não me canso de desejar

Beijar teus lábios doce

Tocar tua pele macia

Estou aqui do teu lado

Teu ombro toca o meu

Teu amigo

Teu amor

Não percebe

Ou finge não perceber

Não sei como dizer

É muito mais que bem querer

É muito mais que uma simples amizade

Não sei se posso esperar

Mas por enquanto vou ficar

Só te olhando...
04/04/2009

SOLIDÃO

É muito solitário viver com alguém que é a própria solidão
Que não olha na mesma direção
Que não compartilha os mesmos sonhos
Que diz:"Tanto faz"Quando gostaria de ser questionada
A vida se definha
Os dias se tornam uma grande rotina
Há um espaço vazio entre mim e você
O que dizer...
Só me resta esperar
Quem sabe você preenche este espaço
Com alguma concreta alegria

24/03/2009

MEU DEUS


A minha alma anseia por tí.
Meu sofrimento, momento em que me calo pra te ouvir
Tua voz soa como sinfonia em meus ouvidos
Sinto tua mão a tocar meu rosto
Me abraça forte em espírito
Me deixa te servir
Me deixa mostrar com a minha vida que por tuas mãos saem milagres
E que não há nada impossível para tí
Ah meu Senhor, como quero te revelar na minha vida
Que através de mim venham muitos
Que em meus olhos a tua luz venha brilhar, resplandecer
E que todos possam ver que eu sirvo um verdadeiro Deus

18/10/2009

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

POETA, MEU ÍDOLO


Suas palavras vem sopradas no vento

Trazendo acalento

Pra o meu coração

Tirando toda tristeza e medo

Da minha última ilusão


Tratada com carinho e ternura

Sinto ganhar o céu e a lu

Acalmando a dor que perdura

Trazendo luz na escuridão


Neste outro lindo dia

Depois de uma noite fria

De intensa solidão

Sinto teu abraçar

Quando com a chuva fina

Desce pra esta flor do campo regar


Poeta adorável

Incrível e admirável

Torna inevitável

Conquistar meu coração


Nessas minhas ídas e vindas

Jamais vi palavras tão lindas

Que me pudessem alcançar tal emoção


Poeta, menino, moço ou senhor

Que ousa me falar de amor

E o define com subtileza

Que vê além de minha beleza

E descreve com delicadeza

Até minha mais simples expressão


Sinto que pra o amor não existe idade

Quando ele e a felicidade

Caminham juntos na mesma direção

sábado, 9 de janeiro de 2010

MEU ANIVERSÁRIO


Meu aniversário
Foi um desses dias entediado
Em que os planos dão tudo errado
Quem eu esperava não apareceu
E o que eu menos esperava me aconteceu
Passei a manhã a me arrumar
Um batom e roupas novas também quiz usar
Encontro marcado, na praça as seis
Contando os minutos para vê-lo outra vez
Cheguei bem mais cedo com medo de errar
As horas do encontro e me atrasar
No banco sentei com a bolsa de lado
Esperei por horas o meu namorado
Que triste o desfecho! passou do horário
Ele não apareceu no meu aniversário
Tirei o meu salto e sai pela rua
Andando depressa pois vinha uma chuva
A chuva caia molhada fiquei
Chorei de tristeza, de magoa nem sei
Debaixo de chuva com o salto na mão
Vi ao longe um menino vindo em minha direção
Um rosto tão lindo logo quiz me dizer
Segurando minha mão" Parabéns à você"
E num gesto tão terno, abriu minhas mãos
Me deixou um envelope com um lindo cartão
Num sorriso aberto nada quis me falar
Mas senti lá por dentro ainda vou te encontrar
Quando em casa cheguei e o envelope abri
Havia lindas palavras dizendo assim
Escrevo estas palavras com tanta emoção
Para dizer que és dona do meu coração
Com este simples gesto quero parabenizá-la
E lhe pedir uma chance do quanto posso amá-la
A dor que outrora me fazia chorar
Deu lugar a alegria por alguem me lembrar...
Me amar

02/12/2008

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

TE ESPERO


Foi apenas um beijo
Beijo assustado
Foi apenas um olhar
um olhar profundo
Foi apenas um toque das mãos
Ainda tremulas
Vi a lágrima rolar pelo teu rosto
Lágrima talvez de decepção
Talvez de medo
ou quem sabe de amor
Ah... menino, menino bonito
Você beijou meus lábios com o ápice dos teus desejos
Você me olhou de um jeito a despir meu coração
Você tocou as minhas mãos
Como se tocam em harpas
Ouvi tuas palavras de amor
Tuas palavras de queixa
Você fechou aquela porta
Tentando me prender
Não pude corresponder
Não pude te dar amor
Vivi a vida que eu queria
E sem olhar para trás
Não percebi o que trouxe comigo
E ao tocar as minhas mãos também tocou a minha alma
O amor que você esperou e esperou
Hoje espero e espero...
(30/11/2008)