Para ouvir (Aperte play)

Amar você

pura e simplesmente

como uma criança

quando tudo é novidade

Amar intensamente

Amor e amar




Linda história e inesquecível...
O sol e a Lua

Inesquecível...O Sol e a Lua...

domingo, 16 de julho de 2017








Quando Nós Éramos Jovens (Adele - When we were young)


Todo mundo ama as coisas que você faz
Do jeito que você fala
Até o jeito que você se move
Todo mundo aqui está te observando
Porque você dá sensação de lar
Você é como um sonho que virou realidade
Mas se por acaso você estiver aqui sozinho
Posso ter um momento
Antes de ir?
Porque eu fiquei sozinha a noite toda
Na esperança de que você ainda seja alguém que eu costumava conhecer
Você se parece com um filme
Você soa como uma canção
Meu Deus, isso me lembra
De quando nós éramos jovens

Deixe-me te fotografar nessa luz
No caso dessa ser a última vez
Que possamos ser exatamente do jeito que éramos
Antes de percebemos
Nós estávamos tristes por envelhecer
Isso nos deixou paranoicos
Era exatamente como um filme
Era exatamente como uma canção
Eu estava com tanto medo de enfrentar meus medos
Porque ninguém me disse que você estaria aqui
E eu jurei que você tinha se mudado para o exterior
Foi isso que você disse, quando me deixou
Você ainda se parece com um filme
Você ainda soa como uma canção
Meu Deus, isso me lembra
De quando nós éramos jovens
Deixe-me te fotografar nessa luz
No caso dessa ser a última vez
Que possamos ser exatamente do jeito que éramos
Antes de percebemos
Nós estávamos tristes por envelhecer
Isso nos deixou paranoicos
Era exatamente como um filme
Era exatamente como uma canção
(Quando nós éramos jovens)
(Quando nós éramos jovens)
(Quando nós éramos jovens)
(Quando nós éramos jovens)
É difícil admitir que
Tudo apenas me leva de volta
Para quando você estava lá
Para quando você estava lá
E uma parte de mim ainda se segura a isso
Só no caso de ainda não ter desaparecido
Eu acho que eu ainda me importo
Você ainda se importa?
Era exatamente como um filme
Era exatamente como uma canção
Meu Deus, isso me lembra
De quando nós éramos jovens
(Quando nós éramos jovens)
(Quando nós éramos jovens)
(Quando nós éramos jovens)
(Quando nós éramos jovens)
Deixe-me te fotografar nessa luz
No caso dessa ser a última vez
Que possamos ser exatamente do jeito que éramos
Antes de percebemos
Nós estávamos tristes por envelhecer
Isso nos deixou paranoicos
Oh, eu estou tão brava, eu estou envelhecendo
Isso me faz ser inocente
Era exatamente como um filme
Era exatamente como uma canção
Quando nós éramos jovens.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

segunda-feira, 21 de março de 2016



Feito coração de criança
Feito sopro na andança
Me traz sempre a lembrança
Numa canção e no sentir
Anjo te faço poesia 
Vendaval ou calmaria
Envolvida em tua magia
Tua voz já me fez dormir
Te ouvindo assim, te sinto perto
Perfumando meu universo
Fazendo meu coração sorrir


domingo, 21 de junho de 2015


Quero ver teu sorriso 
desenhando girassóis
Tua face sob alvorada
Atravessando os lençóis
Quero ver teus pés descalços sentindo o chão
Os sapatos gastos seguros em tuas mãos
Quero ver as folhas implorando tua nostalgia
O nascer da inspiração em tuas belas poesias
Tua lágrima pueril diante do não e da teimosia
E na rouquidão de tua frágil voz... uma doce cantiga...
(Ciranda cirandinha...)
A vida renasce como a aurora
Assim sem medo
Frente a mim no espelho
Sobre a palidez da tua imagem verás as minhas cores de alegria...
Refletindo sobre ti ainda tantos sonhos de menina
Ana Claudia



No entrelaçar dos nossos braços
Entre teu peito e o meu.. há um espaço
Nosso mundo incompleto que nos abraça e verseja
E a cada instante de afeto.. descobrem-se metades inteiras
Ana Claudia

Folhas de papel sobre a mesa...
Linhas que insisto em rebuscar...
O âmago é arte nas mãos do poeta
E se minha voz perdesse o som?
E se meus dedos atrofiassem?
E se meus olhos não pudesse mais ver a cor que existe em cada sorriso ou a transparência de uma lágrima?
Então o meu sentir seria todo poesia...
E ainda assim.. a minha pele no toque da face descobriria o sorriso...
A lágrima teria som, como as gotículas de chuva caindo na vidraça.
O âmago se pronunciaria em doses aromáticas.
Eu seria toda.. a melhor parte de mim...
Um exalar de poesia sem fim...

Sob sombra das impossibilidades
Um adeus é dignidade.
Ana Claudia.