Para ouvir (Aperte play)

Amar você

pura e simplesmente

como uma criança

quando tudo é novidade

Amar intensamente

Amor e amar




Linda história e inesquecível...
O sol e a Lua

Inesquecível...O Sol e a Lua...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Canção do exílio




Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar — sozinho, à noite —
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

(Gonçalves Dias)






Felicidade voltar...

Cada vez que ela voltava, mais entendia o tamanho do seu amor.

Como criança teimosa que chora... Se ia chorando pela estrada

Essas ruas contam a sua história.

Porque chorava, menina..

Ela que era simples de sorriso aberto num choro calou-se.

O que chorava era a esperança que agora anda cantando nesses lugares onde ela cresceu.

Tomando fôlego no vento... No tempo...

De braços abertos como se no mesmo instante em que foi deixado.

A menina para sempre haverá de viver e morrer feliz em seus braços.

(Nos braços de minha terra - Ana Claudia)

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Flashback 3 (Toto - I'll be over you)


A música "I'll Be Over You" foi um grande sucesso da banda de rock progressivo americana Toto. Lançada como single do álbum Fahrenheit, de 1986, alcançou a 11ª posição na lista da Billboard no outono daquele ano. Michael McDonald participou de sua gravação.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Flashback (1)





Simplesmente maravilhoso relembrar uma época inesquecível.
É como voltar no tempo e viver tudo novamente...
Morinho vai fazer parte de cada lembrança boa, pra sempre...
(zóim lacrimejando...aiai)

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Flor selvagem


Há que possa existir no universo
um ser que ame a flor do campo.
Que ame por ser selvagem,
que ame sua timidez,
seus encantos,
seu cheiro suave,
Que apenas a ame.
Pois a flor selvagem, só é selvagem porque vive nos campos
e assim não seria se a colocassem no jardim,
e se seus regares não fossem das águas senão as que caem da chuva.
há quem possa amar a flor
pelo que ela é...
a amar simplesmente.