Para ouvir (Aperte play)

Amar você

pura e simplesmente

como uma criança

quando tudo é novidade

Amar intensamente

Amor e amar




Linda história e inesquecível...
O sol e a Lua

Inesquecível...O Sol e a Lua...

quinta-feira, 31 de março de 2011

Das coisas Simples e Incríveis


Simples e incrível. É me fazer feliz pelo simples fato de te fazer sorrir, por pequenas bobagens, e ver essa covinha no teu queixo... Eu me derreto...

Simples e incrível. É ter teus braços envolvendo a minha cintura, deitar e dormir abraçadinhos, apenas dormir...

E sentir tua saudade, no toque das tuas mãos acariciando meus cabelos.

Simples e incrível. É ficar assim quietinha mergulhando a alma absorta e nua, nesse verde mar dos olhos teus.

Extatica, venerar a beleza de tua face.

Simples e incrível. É te abrir meu coração e deixar que entre de mancinho pela segunda vez.

É fazer de mim novamente sua namorada, amada, cúmplice, amiga, amante... Amor do teu amar.

É reconhecer o amor nas coisas simples. Sentir a paixão aflorando-se a cada encontro, beijos, amores... É incrível a nossa história.

Felicidade foi sentir você retornar ao jardim, onde plantou um dia, este sentimento tão bonito.

Que bom que retornaste e me colheste...

Me acolheste...

Que bom que foi assim.

(Declarações)

terça-feira, 29 de março de 2011

Teu sabor



Às minhas noites frias... Teu corpo QUENTE

Ao meu dessabor... Teu inconfundível GOSTO

Ao meu desejo inibido... Tua paixão ARDENTE

Ao cheiro neutro de minha inspiração ... Teu AROMA AFRODISÍACO

À minha fome de prazer... Tua boca saciável PALADAR

Ao prazer incontido do meu corpo... Tua libido PICANTE

O que dá sabor e esquenta..

Degustar em ti, mulher minha PIMENTA

terça-feira, 15 de março de 2011

Preciso de você


Não consigo dormir
Meus olhos congelados sobre a janela da sacada
Preciso do seu colo
Preciso ouvir o ruído do seu carro
E que me veja sorrindo debruçada sobre a janela
Descendo as escadas correndo, pra te abraçar
Não consigo ir a padaria
Preciso que me traga o pão de queijo com catupiry e suco de laranja
Que divida comigo
Preciso que brigue comigo
Que me diga que sou a sua maior loucura
Porém a sua maior alegria
Preciso que cante a canção que me deste
Ah, quantas primaveras... E a trouxeste de volta pra mim
Tão doce quanto antes...

Veja que coisa mais linda
Mais cheia de graça
É ela menina que vem e que passa
Seu doce balanço, a caminho do mar
...
Ah, se ela soubesse que quando ela passa
O mundo inteirinho se enche de graça
E fica mais lindo por causa do amor

Eu preciso de você aqui
O seu mundo
O meu mundo
Só fica mais lindo, por causa do nosso amor

domingo, 13 de março de 2011

Viver


Me deste a provar das tuas explicações

Me deste a provar do teu sorriso sincero

Me deste a provar do teu olhar lacrimejando apaixonado

Me deste a provar das tuas mãos trêmulas suadas

Ao toque das minhas



Me deste a provar da ânsia na tua voz

Em declarações de saudade

Me deste a provar do teu beijo

E nele toda lembrança do quanto éramos iguais



E o que me resta...

É provar desta tua ausência, e sentir que ainda estas aqui?

Provar do teu sorriso longe do alcance dos meus ouvidos?

Sentir o desejo que me tens, no toque de outra pele?

Provar nas tuas declarações de ser ilusão

Este sentimento tão doce?



Todos os sonhos e sentidos perdem-se nas cronologias das tuas razões

"Os desejos e alegrias pintadas

Pode vir uma chuva e apagá-las."

"E o castelo de sonhos construído nas alturas

Pode vir uma tempestade e desabá-lo."

Nas tuas verdades, o sabor de fel

Acovardar-se não é a melhor opção

Dissimular as vontades os desejos sentidos

Esquecer daquilo que nos põe o sorriso na boca ou as lágrimas nos olhos



Eu quero provar o sabor da fruta até a última mordida

Quero teu olhar despindo-me a alma

Quero tuas mãos trêmulas e suadas tocando-me

Segurando-me

Quero teu beijo ansioso devorando-me

Não posso provar o pior

Se em mim ainda há o melhor do homem que és

Não posso provar nesse instante do amargo da fruta

Se ainda há dela o gosto doce em minha boca

Quero tudo

Provar ao extremo

E isso pra mim é

VIVER