Para ouvir (Aperte play)

Amar você

pura e simplesmente

como uma criança

quando tudo é novidade

Amar intensamente

Amor e amar




Linda história e inesquecível...
O sol e a Lua

Inesquecível...O Sol e a Lua...

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Restos...




Não, não são as mãos que batem à porta
Ou a voz que grita
É o vento frio que geme em meio ao silêncio delongado
As horas são quietas
O nome... emudecido...
Qual a primeira letra...
Qual a rima...
Ela vagueia por entre as folhas
Atrás da porta que o silêncio batia...
Na voz fugidia que não saia...
No canto branco da folha..
Que de tão só...
morreu fria e vazia








"Quando não há ouvidos, nem paixão, nem correntes de atroz.
Então vagos laços de cetim afrouxam-se. Dispo-me...
Emudeço, deito sob o telhado céu, então quietinha ouço os sussurros do coração."

Nenhum comentário:

Postar um comentário