Para ouvir (Aperte play)

Amar você

pura e simplesmente

como uma criança

quando tudo é novidade

Amar intensamente

Amor e amar




Linda história e inesquecível...
O sol e a Lua

Inesquecível...O Sol e a Lua...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Respeito


Num beco da praça
Da minha cidade pequena
Em que o sereno da madrugada caia
Escorados num muro escuro
Perdeu-se um pouco do respeito
Deixei-te bem à vontade
E me tocaste...
Senti teu corpo no meu corpo fervilhar
Quente eramos vulcão em erupção
Inocência e loucura essência da paixão
Mas não tiveste coragem
Por que me amavas demais
No beco da praça, no muro escuro
Havia apenas eu você e todo tempo...
E me deixaste ir...





Inpirado na poesia de Átila Ibáñez - RESPEITO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário