Para ouvir (Aperte play)

Amar você

pura e simplesmente

como uma criança

quando tudo é novidade

Amar intensamente

Amor e amar




Linda história e inesquecível...
O sol e a Lua

Inesquecível...O Sol e a Lua...

segunda-feira, 15 de março de 2010

Qual causa?...


Houve admiradores de meus dizeres
Ao qual sentiam delicadeza em meus traços desenhados
Gestos de sabedoria
Agora por mais que me inspire em conselhos germinados
Este ser vazio insiste habitar dentro de mim
Me aconchego nos braços do comodismo
Máscara do meu olhar perdido
Distendido sobre o fio do desconhecido
De personagens que eu mesmo crio
Mas nem mesmo acredito
Afinal o que sei da vida?
Senão deste mesquinho e julgo coração meu
O que sei do que se passa dentro dos corações alheios?
Senão das complexas estórias e rostos inspiradores que vejo
E os transformo em rancorosos e deploráveis alardes
Me sinto agradável quanto à trave que imagino-o aos olhos alheios
Sou um incógnita à vagar sem causa
Nem ao menos face tenho
Ao qual me dê à bater
Mergulho cega vazia
Mascarada
Mas se não à minha causa sei qual é
Enlaço a dos ocultos ao meu intento
Quanto mais obstino-me à avistável face ofuscar
Mais teço minha teia a olho nu
Daqueles que podem e me querem enxergar
(

Um comentário:

  1. Bela postagem! Teus posts me encantam. Outra coisa: teu filho é muuuito parecido contigo. Lindo como a mamãe!
    Bjkas!

    ResponderExcluir