Para ouvir (Aperte play)

Amar você

pura e simplesmente

como uma criança

quando tudo é novidade

Amar intensamente

Amor e amar




Linda história e inesquecível...
O sol e a Lua

Inesquecível...O Sol e a Lua...

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

ENCONTRA


Vou caminhando
Em passos leves
Tenho uma flor nos meus cabelos negros
Passo...
Deixo no ar um perfume suave
Inconfundível

Todos olham apercebidos
Uma linda moça à passar
Me desvio de todas as atenções
Pois busco apenas uma
E os deixo para trás
Sigo desenhando meu caminho

Construo degrau por degrau
Afinal qual seria merecedor que os venceria um a um?
Procurando-me...

Esconderijo em meu seio aguarda-te
Meus olhos brilham nas lágrimas da esperança
Sonho abrigar o vencedor da distância da lua
Incansávelmente aguardo entregar a alma cativa
Que tu a possua

Que venhas em galope no lombo de um cavalo
Que venhas voando como pássaro na curta distância de um sonho
Solte-se no espaço do céu de minha boca
Pouse e sacie-se do néctar
Mesmo que com a alma exausta
E a fria noite de escuridão
Que tacteies o chão
Buscando o caminho do tesouro perdido dentro da minha aflição

Que me tragas o amor
Amor do simples amar
O que importa a cor dos meus olhos?
Eu limparia com lágrimas
Toda marca deixada em sua razão
E que importam as perguntas?
Você descobriria todas as respostas no aconchego dos meus braços

Em meus movimentos leves e soltos
Deixo meus traços
Solto minhas pétalas
Num caminho rabiscado
Para que possas seguir
Sei que os expia
E isso me envaidece

Que me reinvente milhões de vezes
Que me crie outra vez em seus encantadores escritos
E neles faça-me mais leve
Mais doce
Mais linda
Mais flor
Isso nos torna ainda mais iguais
Mais próximos

Nas suas asas que voam e não pousam em
lugar algum
No teu caminhar que anda e não te leva a
lugar nenhum
Mas que podes alcançar em pensamento
Me seduz a cada poesia

Vigio tudo que traças
E Tento decifrar
Cada rascunho
Da tua alma de poeta
Até aqueles que não vi, mas posso imaginar
E sei que os guarda dentro do peito

Sei que vê além do que podes exergar
E sente além do que podes tocar
Seguindo meus traços
Segura cada pétala encontrada
Nesse caminho rabiscado
Te encontro assim
Tenho tudo de ti
Tu tens tudo de mim



Inspirado na poesia de Álvaro Faria
http://todapalavranenhuma.blogspot.com/2010/02/procura.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário